fbpx

Como extrair o máximo da bateria do seu smartphone

Todo mundo já esteve nessa situação – correndo para chegar a tempo em um compromisso, você esqueceu de carregar o telefone. Agora, ao olhar horrorizado para aquela barrinha ou percentual diminuindo, você sabe que seu destino está ligado a ela. Você estará perdido sem telefone, hoje somos dependentes deles.
Aqui estão algumas dicas práticas que ajudarão a evitar situações comuns como a descrita acima e como tirar o máximo proveito da bateria do telefone.


Mantenha seu telefone próximo a 50% de carga da bateria
A parte mais complexa para cuidar da bateria do seu telefone é o carregamento e é útil ter um entendimento básico de como este processo funciona. Uma bateria de telefone é composta de duas camadas, uma de grafite e outra de óxido de cobalto e lítio. A energia é liberada quando os íons de lítio se movem da camada de grafite para a camada de óxido de cobalto e lítio. Carregar uma bateria faz com que os íons de lítio voltem para o outro lado, preparando o processo para recomeçar.
Então o ponto ideal para carregar uma bateria é quando ela atinge 50% – quando metade dos íons de lítio da bateria estão na camada de óxido de cobalto e lítio e a outra metade na camada de grafite. Esse equilíbrio coloca a menor quantidade de tensão sobre os íons de lítio que alimentam sua bateria e basicamente estende o número de ciclos de carga que pode levar antes de degradar-se. Portanto, é melhor manter sua bateria entre 20 e 80% e recarregar regularmente com cargas parciais.


Não deixe seu telefone carregando a noite toda
Muitas vezes ouvimos que a bateria esté sendo sobrecarregada com excesso de energia e por isso não devemos deixa-la carregando dessa forma. Na verdade é por causa de um mecanismo chamado de “carga lenta”, o carregamento é interrompido quando a carga atinge 100% e só a inicia novamente quando fica um pouco deste valor. Definitivamente, este procedimento é ruim para a vida útil da bateria e esta tensão não deve ser colocada nesses preciosos íons de lítio.
Não use um carregador que não é o original de seu telefone – ele pode não ter as configurações de segurança necessárias que impeçam o carregador de fornecer mais corrente à bateria quando estiver cheia, danificando os íons. Embora alguns carregadores funcionem bem, não vale a pena arriscar.
A compra de um banco de baterias (de uma marca confiável) também é uma boa opção. Basicamente ele contém outro módulo que fornece energia para seu smartphone prolongando a vida útil da bateria original.


Brinque com as configurações do seu telefone
Quando estiver com pouca carga na bateria ative o modo de baixa energia do seu telefone – isso pode ser encontrado nas configurações do seu iPhone e Android. No Android, é chamado de “modo de economia de bateria”. Esse modo modifica as configurações de notificação do telefone, o brilho da tela e o uso do processador, otimizando-o para reduzir o consumo de energia.
Desligue os recursos intensivos da bateria, como Bluetooth, Wi-Fi e GPS. O smartphone desperdiça bateria tentando encontrar e conectar-se a redes Wi-Fi ou de dados. Sempre que possível, mude sua conexão de dados móveis para Wifi, que consome 40% menos bateria.
Quando sua atividade não requisitar conectividade você também pode ativar o modo avião. Se você tiver o modo avião ligado e a tela desligada, o dispositivo usará apenas 5% do seu consumo de energia normal, comparado a 15% quando simplesmente colocado em modo inativo. Desligar a luz de notificação, o som do teclado, a vibração e o retorno tátil são benéficos para a vida útil da bateria. Eles são acessados ​​nas configurações de som do seu telefone.
Por fim, exclua as contas não utilizadas da memória do seu telefone pois elas também podem descarregar a bateria.

Fonte: Wired

Scroll UpScroll Up
× Converse no WhatsApp Available from 08:00 to 23:59